Notícias

3 de abril de 2020

Acadêmicas concorrem a Chamamento Público de Radiodifuisão


Da redação
Ampliar foto
As alunas e a professora orientadora do trabalho

Sob a coordenação da Professora Lêda Maria Mendes Souza, as alunas Adriane Aparecida Silva e Isabela Cruz, do 4º período do curso de Medicina da UNIFENAS, câmpus de Belo Horizonte, se inscreveram para o Chamamento Público de Radiodifusão para materiais sobre prevenção da sífilis do Ministério da Saúde (MS), a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). A inscrição ocorreu em dezembro, na modalidade Podcast, com o tema “Teste rápido para sífilis: Importância para tratamento e redução de sífilis congênita para gestantes e RN”. O material produzido pelas alunas foi submetido à comissão formada por 11 avaliadores da área da saúde e da comunicação pública e está entre os 16 trabalhados de 15 instituições de ensino selecionadas para a fase final.

Os trabalhos serão disponibilizados no site do Laboratório de Inovação da Gestão do SUS, do escritório da OPAS/OMS no Brasil. Os seis melhores conteúdos (dois spots + quatro podcasts), eleitos pelo júri de formadores de opinião, serão distribuídos em meios de radiodifusão nacionais, estaduais e municipais: rádios públicas, universitárias e comunitárias. Além disso, os candidatos ou os grupos vencedores terão os custos pagos (até dois representantes) para apresentação dos trabalhos em congresso a ser realizado em Belém (PA), no período de 20 a 24 de julho de 2020, e em exposição sobre sífilis a ser realizada ainda este ano.

O Chamamento Público teve a participação de 18 estados, 35 municípios e 44 instituições de ensino superior, público e privado, de todas as regiões do país. As peças de comunicação foram apresentadas em três formatos: spot, podcast e reportagem. O processo contou com um total de 51 conteúdos válidos.