Notícias

3 de maio de 2021

Entre as 10 melhores do país e a 1ª em MG

INEP/MEC confirma UNIFENAS entre as melhores universidades particulares brasileiras e a melhor de Minas Gerais


Everton Marques
Ampliar foto

O IGC (Índice Geral de Cursos), adotado pelo INEP/MEC (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira/Ministério da Educação) como indicador de qualidade do ensino superior, foi divulgado no dia 23 de abril de 2021. Este ciclo avaliativo envolveu 91 universidades particulares e a UNIFENAS foi ranqueada com o 9º lugar entre as melhores do Brasil e o 1º de Minas Gerais. Em entrevista, o professor Mário Sérgio Oliveira Swerts, pró-reitor acadêmico da Universidade, declarou que “este resultado é fruto de muito planejamento, gestão e empenho em busca, incansável, do melhor ensino aos alunos da UNIFENAS”.

Divulgado anualmente após os resultados do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), como traz o portal do MEC, este índice “é construído com base em uma média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação das instituições”. Ele sintetiza em um “único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino”. A UNIFENAS obteve o IGC faixa 4, que varia na escala de 1 a 5. Para o pró-reitor, este resultado é a prova de que a Universidade está no caminho correto quanto aos seus processos de formação, que envolvem a gestão, o corpo docente, o corpo discente, a organização didático-pedagógica e infraestrutura.

Em resposta ao questionamento de que é perceptível as expressivas notas obtidas pela Universidade junto ao MEC, Mário Sérgio disse que de fato se percebe um salto de qualidade da instituição, basta revisitar os IGCs da última década. “A satisfação é enorme, pois se configura claramente a qualidade ofertada e divulgada pela UNIFENAS. O indicador de qualidade não está sozinho nesta comprovação institucional, pois recentemente a UNIFENAS foi recredenciada como Universidade com nota máxima pelo MEC, tanto no ensino presencial, quanto no credenciamento da Educação a Distância”, comemorou o professor.

De acordo com o MEC, o IGC é o indicador que avalia a instituição. Ele tem por base a média dos CPCs (Conceitos Preliminares de Cursos) do Enade (2016, 2017 e 2018); a média “dos conceitos de avaliação dos programas de mestrado e doutorado atribuídos pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), vinculada ao Ministério, na última avaliação trienal disponível; e distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu”. Devido à pandemia, o índice divulgado agora em 2021 é referente ao ano de 2019.

São informações robustas, como nos declarou o pró-reitor. Uma vez que avaliam toda a graduação e pós-graduação. “Com isso, a classificação obtida pela UNIFENAS, a nona melhor Universidade Particular do Brasil, evidencia a qualidade da formação postulada aos alunos que confiaram na UNIFENAS.”