Notícias

3 de agosto de 2020

Reconhecimento Nacional do Plantando e Colhendo Saúde


Everton Marques
Ampliar foto
Professora Alessandra Pupim representou a Universidade na premiação

O Projeto de Extensão Universitária Plantando e Colhendo Saúde da UNIFENAS, desde o seu início em 2012, tem avançado na atenção prestada à saúde do trabalhador rural e sua família. A atuação nos municípios de Alfenas, Carmo do Rio Claro, Conceição Aparecida e Paraguaçu o levou ao reconhecimento com o Troféu Prata, na categoria Responsabilidade Social, do PNGE (Prêmio Nacional de Gestão Educacional) de 2020. Estudantes e professores da Universidade comemoraram este reconhecimento.

Na coordenação do projeto, desde o começo, a professora Alessandra Cristina Pupim Silvério destaca que o troféu coroa o esforço, a dedicação e a boa-vontade de todos os integrantes no seu desenvolvimento. “O projeto em si, e todo aprendizado que ele proporciona, já é muito gratificante. No entanto, receber esse reconhecimento nacional foi, para equipe, a comprovação das palavras do poeta Fernando Pessoa: ‘Tudo vale a pena, se a alma não é pequena’”.

A partir da preocupação com a saúde da comunidade rural, o projeto realiza exames laboratoriais que investigam a possível intoxicação por agrotóxicos. Ele possui diferentes frentes de atuação e que envolvem palestras, anamneses, exames físicos e coletas de sangue para verificação dos marcadores de intoxicação. Segundo a coordenadora, os integrantes também ministram o “Curso de Manejo do Profissional da Saúde Frente à Intoxicação por Insumos Agrícolas” e criaram uma cartilha de colorir para que os filhos dos trabalhadores rurais se conscientizem de como é o uso correto de insumos agrícolas.

Pupim destaca que as prefeituras, a Emater e a COOMAP (Cooperativa Mista Agropecuária de Paraguaçu) têm apoiado e viabilizado a realização do Projeto. Ela também cita o envolvimento dos professores Marcelo Reis Costa, Regiane Tercetti Rodrigues e Luisa Barbosa Messora, assim como o professor Rogério Ramos do Prado, diretor de extensão e assuntos comunitários, como importantes incentivadores. “Tenho que agradecer a tanta gente, cada paciente, cada menino meu [alunos], cada docente, coordenações e direção da UNIFENAS. Em especial a UNIFENAS que me proporcionou realizar este sonho. Sinto-me escolhida por Deus em me permitir ser feliz. Gratidão imensa a todos”, disse a coordenadora.



Premiação Virtual



A premiação ocorreu dentro da programação da 18ª edição do GEduc, considerado o maior e o principal Congresso de Gestão Educação no Brasil. Este ano o evento ocorreu on-line e teve como temática central a “Disrupção na Educação – Venha para o futuro!”. Quanto ao PNGE, ele é organizado em parceria entre a HUMUS, a FENEP, a ABMES, a ANACEU, a ANEC e a ABRAFI.

Para o Prof. Rogério Prado, o PNGE é um dos prêmios mais respeitados de responsabilidade social do Brasil, na área educacional. Estar entre os três melhores do país é como um reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelos integrantes do Projeto Plantando e Colhendo Saúde. “Nós temos que dizer que se trata de uma grande conquista de responsabilidade social da UNIFENAS. Pela terceira vez nós somos contemplados com um troféu PNGE. A primeira foi com o Centro Pró-Sorriso, também com o Troféu Prata, e na segunda recebemos o Troféu Ouro com o Projeto Sinais (Sinalização de Apoio à Inclusão Social). Isso demonstra que realmente a UNIFENAS tem um compromisso social e reconhecido nacionalmente.”

Como pró-reitor acadêmico, o professor Mário Sérgio Oliveira Swerts elogiou, na pessoa da professora Pupim, o trabalho da equipe de alunos e professores que, como disse, levam com afinco os projetos de extensão. Afirmou que a Universidade trabalha com ações continuadas ao longo do tempo e os projetos ganham fôlego cada dia mais com o envolvimento de toda a comunidade universitária. “É uma busca de conhecimento sempre extramuros, em que nós podemos e demonstramos toda a capacidade da Universidade, sobretudo na extensão, de tudo aquilo que nós realizamos. Então, o Troféu Prata no Prêmio Nacional de Gestão Educacional, categoria Responsabilidade Social, ele corrobora a qualidade do ensino, a qualidade da formação dos alunos que a UNIFENAS preconiza ao longo do tempo”, conclui o pró-reitor.