Nutrição Câmpus Alfenas




Sobre o Curso

  • Duração do curso: 8 semestres
  • Período: Noturno
  • Câmpus: Alfenas
  • Criação: Resolução CAP nº 3 de 30/07/1996 da Universidade de Alfenas
  • Reconhecimento: Decreto nº 41.552 de 01/03/2001, publicado no “MG” de 02/03/2001, pág. 1
    Parecer nº 1.168 de 11/12/2000 do CEE homologado pelo Secretário de Estado da Educação
  • Renovação de Reconhecimento: Portaria MEC/SERES nº 1 de 06/01/2012, publicada no D.O.U. de 09/01/2012
AVALIAÇÃO DO CURSO
ENADE
2016
SC
CPC:
2016
SC


CONTATO
Curso de Medicina Nutrição - Câmpus Alfenas
E-mail: nutricao.alfenas@unifenas.br
Telefone: (35) 3299-3281
Endereço: Rodovia MG 179, Km 0, Trevo
Bloco 13
CEP 37132-440

COORDENAÇÃO
Profissional de alimentação Humana

A função do nutricionista é promover, manter e recuperar a saúde dos indivíduos por meio de uma alimentação adequada, elevando a qualidade de vida das populações.


Imenso leque de opções

O futuro nutricionista formado pela UNIFENAS atuará nas seguintes atividades: nutrição clínica (acompanhamento e avaliação de indivíduos, sadios ou enfermos, em consultórios, ambulatórios, hospitais, clínicas, domicílios e spas); alimentação institucional (controle de qualidade na produção de refeições em hotéis, restaurantes, supermercados e estabelecimentos de alimentação) nutrição social (atuação em programas públicos de vigilância alimentar em ambulatórios, policlínicas, PSF ou alimentação em creches e escolas) nutrição esportiva (avaliação e acompanhamento de atletas e praticantes de atividades físicas) e marketing (orientação de consumidores, pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços alimentares).


Uma graduação em profundidade

O estudante tem à sua disposição atividades de observação clínica e atendimentos supervisionados à comunidade, além de estágios curriculares, no último período, nas áreas de Nutrição Social, Unidades de Alimentação e Nutrição e Nutrição Clínica.


Histórico

Criado em 30 de junho de 1996, por meio da Resolução CAP 03 de 30 de julho de 1996. Reconhecimento em 01 de março de 2001, por meio do Decreto nº 41.552, publicado no “MG” de 02.03.2001.
A UNIFENAS, atenta ao seu papel de agente de transformação social e de sua responsabilidade no processo de expansão qualitativa do ensino superior, visando à diversificação, qualidade e pluralidade de suas formas, criou o curso de nutrição, sendo a primeira universidade do Sul de Minas Gerais, levando-se em consideração as instituições privadas, com marcante enfoque na criação de cursos da área de saúde.


Projeto Pedagógico

O Projeto Pedagógico do Curso de Nutrição da UNIFENAS conduz à formação do profissional generalista e aborda as ações que aperfeiçoam o ensino para a formação daqueles compromissados com a melhoria de vida da comunidade. A seleção de conteúdos é norteada pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso e por normas estabelecidas pelos órgãos competentes do Ministério da Educação e pelos conselhos profissionais, e sendo efetivada a partir da sua relevância social, regional e das demandas do campo profissional. Os conteúdos curriculares estão relacionados com todo o processo saúde-doença do cidadão, da família e da comunidade, integrado à realidade epidemiológica e profissional, proporcionando a integralidade das ações do cuidar em nutrição. Sua matriz curricular foi criteriosamente definida para possibilitar ao aluno transitar pelas diferentes áreas de atuação, sem prejuízo de sua formação generalista. Os conhecimentos essenciais à formação do profissional nutricionista são desenvolvidos durante o curso em atividades diversas como: aulas teóricas e práticas, atividades complementares e integradoras, estágios, programas de extensão, pesquisa e de iniciação científica, trabalho de conclusão de curso e atividades que simulam o ambiente profissional, com o objetivo de atender às competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) inerentes à profissão e também às exigências do mercado de trabalho. Portanto, a UNIFENAS pretende não só preparar seu acadêmico para o mercado de trabalho, mas também despertar-lhe uma percepção crítica dos problemas da sociedade, superando a simples transmissão repetitiva de conhecimento e buscando a criação de novas expressões do saber, a partir da realidade e expectativa da sociedade na qual está inserida.


Monitoria

O Programa Institucional de Monitoria compreende um conjunto de atividades acadêmicas exercidas por aluno de graduação e que tem por finalidade contribuir para sua formação integrada. O monitor exerce suas atribuições sob a orientação do professor responsável pela disciplina ou unidade curricular. O exercício da Monitoria pode ser voluntário ou remunerado. A monitoria deverá ser exercida em horário que não coincida com o das disciplinas ou unidades curriculares nas quais o aluno monitor se encontrar matriculado ou com o de outras atividades necessárias à sua formação acadêmica. O Programa possibilita a participação de alunos na iniciação à prática docente, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades e competências próprias da atividade pedagógica. Para participar do Programa Institucional de Monitoria da UNIFENAS, consulte o Coordenador do seu curso.


Atividades Complementares

As Atividades Complementares complementam a formação dos estudantes de maneira geral e específica. A coordenação de cada curso relaciona, no início de cada semestre, os eventos e atividades que serão oferecidos para que o aluno possa se programar.
O aluno deverá cumprir até o penúltimo período de seu curso de graduação no mínimo 80% (oitenta por cento) das atividades complementares previstas.
É obrigatória a participação do aluno nas atividades previstas em pelo menos dois dos cinco grupos indicados pela UNIFENAS. Em cada grupo serão permitidos, no máximo, os seguintes percentuais da carga horária curricular para as atividades complementares:
Grupo 1 – ENSINO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 2 – PESQUISA - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 3 – EXTENSÃO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 4 – REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL - 20% carga horária de Atividade Complementar
Grupo 5 – OUTRAS ATIVIDADES - 10% da carga horária de Atividades Complementares


Atividades Integradoras

As Atividades Integradoras, consistem em inovações pedagógicas cuja finalidade é alterar a concepção dos cursos, tornando-os mais próximos da relações práticas da vida profissional e da realidade social brasileira. Destinam-se, sobretudo, à atualização curricular – com conteúdos programáticos variáveis – pela incorporação de temas novos e de relevância científica, mas que não se desenvolvem em disciplinas autônomas.
Componentes obrigatórios, essas atividades permitem novas situações que facilitarão o desenvolvimento de competências e habilidades importantes na formação do discente, repercutindo em sua vida profissional. São elas: análise de problemas da sociedade na busca de soluções individuais e/ou coletivas; tomadas de decisões; vivência de situações de liderança; desenvolvimento de perfil empreendedor e comunicação de relações interpessoais, entre outras.


TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

O Trabalho de Conclusão de Curso (um conjunto de estudo, de pesquisa e de reflexão) visa a reforçar os conteúdos ministrados ao discente no decorrer do Curso de Nutrição, dando a este a oportunidade de desenvolver procedimentos metodológicos e de pesquisa que lhe propiciem sistematizar, na prática, as noções teóricas adquiridas. Portanto, consiste em realizar uma pesquisa orientada e favorável ao desenvolvimento da produção científica.


Estágios Curriculares Supervisionados

Os estágios Curriculares Supervisionados têm um papel estratégico na formação do aluno como profissional qualificado.
Colocando em prática a teoria, o discente, em contato com profissionais de sua futura área de atuação, tem a oportunidade de aprimorar sua técnica e de adquirir a maturidade indispensável que, posteriormente, irá qualificá-lo como profissional capacitado
O estágio curricular supervisionado do Curso de Nutrição é oferecido no último semestre letivo do curso nas áreas de Nutrição Social, Unidades de Alimentação e Nutrição e Nutrição Clínica, é uma etapa importante na formação do estudante por lhe trazer maturidade profissional e técnica, contato com profissionais da área, vivência e convivência com pessoas e a oportunidade de conectar o saber ao fazer.
Os estágios obrigatórios supervisionados do curso de Nutrição são cumpridos em hospitais gerais/especializados; em restaurantes industriais/comerciais; em ambulatórios públicos e/ou da UNIFENAS e/ou na rede básica de serviços de saúde e comunidades, no setor municipal de merenda escolar ou em escolas/creches da rede pública, locais estes conveniados com a UNIFENAS.


Perfil do Egresso

O egresso do curso possui formação generalista, humanista e crítica, capacitado a atuar visando à segurança alimentar, a atenção dietética e o desenvolvimento de atividades técnico-científicas, em todas as áreas do conhecimento em que alimentação e nutrição se apresentem fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde e para a prevenção de doenças de indivíduos ou grupos populacionais contribuindo para a melhoria para a qualidade de vida, pautado em princípios éticos, com reflexão sobre a realidade econômica, política, social e cultural. Sua atuação deve entrelaçar a responsabilidade social e o compromisso com a cidadania, analisando os problemas e procurando soluções, sempre como promotor da educação nutricional e saúde integral do ser humano.


Portal do Egresso


Pesquisa

Com a pesquisa consegue-se uma educação rica em oportunidades para se fazer diferente. A pesquisa incorpora necessariamente a prática ao lado da teoria. Por isso, integrada ao ensino e à extensão, a pesquisa na UNIFENAS é pensada como forma de proporcionar e orientar o desenvolvimento institucional, criando interfaces com as questões sociais.
A prática da pesquisa incentiva o corpo discente e docente a não só observar a realidade, mas também com ela dialogar e sobre ela agir.
A partir do segundo período acadêmico, o aluno do Curso de Nutrição da UNIFENAS tem a oportunidade de participar de projetos de iniciação científica, normalmente vinculada às linhas de pesquisas institucionais. O aluno poderá concorrer a bolsas de iniciação científica do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PROBIC/ UNIFENAS) e bolsas de Iniciação Científica (PIBIC / CNPq e FAPEMIG).
No curso de Nutrição da UNIFENAS há, estruturado, um grupo de pesquisa – Nutrivida – que orienta o desenvolvimento de projetos de iniciação científica.
Nos Seminários de Iniciação Científica da UNIFENAS (SEMIC), que acontecem anualmente, são apresentados os trabalhos desenvolvidos pelos alunos, vinculados aos grupos e linhas de pesquisa institucional.
Entende-se a pesquisa como um dos meios pelos quais a Instituição pode interagir também com a sociedade, podendo atender às suas necessidades e demandas.


Página de Pesquisa e Pós-graduação Unifenas
Tutorial de utilização do portal da CAPES
Tutorial de utilização de bibliotecas virtuais em Saúde (Parte I)
Tutorial de utilização de bibliotecas virtuais em Saúde (Parte II)

Extensão

Para cumprir sua missão, a UNIFENAS promove atividades de extensão que têm como objetivo proporcionar interação transformadora entre a Instituição e a comunidade na qual está inserida, integrando os saberes e buscando o desenvolvimento social. Isto pressupõe ações junto à comunidade que produzem um novo conhecimento, a ser trabalhado e articulado com o ensino. Assim, a extensão universitária é entendida como um sistema aberto de realimentação do processo de formação superior.
A seguir são listadas algumas destas ações:
Unifenas na Comunidade (Alfenas e região)
Agita Alfenas
Comemorações do Dia do Trabalhador - SESI
Feiras de Profissões
Projeto: Nutrivida
Atendimento Centro Pró Sorriso
Atendimento Consultório de Nutrição
CONUTRI – Congresso de Nutrição da UNIFENAS – (IX edição)


Página da Extensão Universitária


Laboratórios

O curso conta com laboratórios básicos e especializados que se destinam à realização das atividades práticas necessárias ao desenvolvimento de competências e habilidades essenciais à formação do profissional de Nutrição.
São eles:
Laboratórios
Laboratório de Morfologia
Laboratório de Parasitologia e Genética
Laboratório de Microbiologia e Imunologia
Laboratório de Fisiologia e Farmacologia
Centro Anatômico II
Laboratório de Patologia
Laboratório Multidisciplinar de Bioquímica
Laboratório Multidisciplinar de Bromatologia e Processos Metabólicos
Laboratório de Análise de Alimentos
Laboratório de Avaliação Nutricional e Física
Laboratório de Técnica Dietética (Hotel dos Lagos)
Laboratório de Serviço de Alimentação e Nutrição (Restaurante dos Lagos)
Ambulatórios conveniados
HUAV (Serviço de Nutrição e Dietética)


Laboratórios de Informática

Os laboratórios de informática estão disponíveis aos estudantes como ferramenta de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão. São equipados com computadores cujas configurações atendem plenamente às necessidades dos cursos. Softwares e aplicativos específicos simulam situações que o estudante vivenciará no exercício de sua profissão. Os laboratórios são conectados à Internet à qual garante livre acesso aos seus usuários.


Próximos Eventos

Notícias

Previous Next
Previous Next
Previous Next

Vídeos