Agronomia Câmpus Alfenas




Sobre o Curso

  • Duração do curso: 8 semestres (Integral) e 9 semestres (Noturno)
  • Período: Integral e noturno
  • Câmpus: Alfenas
  • Criação: Resolução CAP nº 4 de 15/12/1988 da Universidade de Alfenas
  • Reconhecimento: Portaria do MEC nº. 1.109, de 16/07/1992, publicada no DOU 17/07/1992 Parecer do CFE nº. 46/1992.
  • Renovação de Reconhecimento: Portaria nº 276 de 20 de abril de 2018.

AVALIAÇÃO DO CURSO
ENADE
2016
4
CPC
2016
4
CC
MEC
4


CONTATO
Curso de Agronomia - Câmpus Alfenas
E-mail: agronomia.alfenas@unifenas.br
Telefone: (35) 3299-3119
Endereço: Rodovia MG 179, Km 0, Trevo
Bloco 22
CEP 37132-440

COORDENAÇÃO
Destaque no panorama econômico

Atualmente, há grande demanda da Agronomia, visto que o agronegócio representa 1/3 do PIB nacional e tem gerado sucessivos superávits na balança comercial agrícola.


Formação polivalente

A formação do engenheiro agrônomo da UNIFENAS envolve as áreas de manejo, conservação e adubação de solos, engenharia rural, topografia, fitotecnia, zootecnia, ecologia, gestão ambiental, fitossanidade e defesa sanitária vegetal, alimentos e tecnologia de transformação de produtos agropecuários, controle de qualidade, irrigação e drenagem, construções rurais, parques e jardins, nutrição animal, silvicultura, biotecnologia, administração e extensão rural, comercialização e agronegócios.


Múltiplas áreas de atuação

O engenheiro agrônomo pode atuar na produção de alimentos, na criação de animais e em ecossistemas naturais, em ambientes controlados e em laboratórios (na pesquisa e no ensino). Pode ainda ser empregado, empreendedor, autônomo ou proprietário do meio de produção.


Histórico

O Curso de Agronomia teve autorização para seu funcionamento pelo Conselho de Administração e Planejamento, Resolução CAP Nº 004 de 15 de dezembro de 1988 e o reconhecimento pela Portaria MEC 1.109, de 16 de julho de 1992, publicada no D.O.U de 17 de julho de 1992, Parecer do CFE 46/92. Desde sua implantação o curso de Agronomia vem atendendo ao interesse de clientela que busca a qualificação necessária para o exercício da profissão de engenheiro agrônomo.
O curso oferta os mestrados em Ciência Animal e Sistemas de Produção na Agropecuária. A partir de 2015 o curso passou a ser ofertado também no período noturno.


Projeto Pedagógico

O projeto pedagógico de curso de Agronomia UNIFENAS está voltado para a capacitação de Agrônomos que respondam às necessidades agrícolas das realidades locais, regionais e nacionais com conhecimento às exigências atuais do mercado do Agronegócio e para o atendimento a agricultores e empresários agrícolas, com competência científica e tecnológica. Um profissional de agronomia, para responder às exigências da sociedade, deve possuir uma sólida formação científica, tecnológica e profissional geral, que o torne eficaz e eficiente no emprego de recursos humanos e financeiros, visando à transformação de recursos naturais em bens e, por decorrência, melhorando a qualidade de vida do ser humano.


Monitoria

O Programa Institucional de Monitoria compreende um conjunto de atividades acadêmicas exercidas por estudante de graduação e que tem por finalidade contribuir para sua formação integrada.
O monitor exerce suas atribuições sob a orientação do professor responsável pela disciplina ou unidade curricular.
O exercício da Monitoria é voluntário e pode ser remunerado.
A monitoria deverá ser exercida em horário que não coincida com o das disciplinas ou unidades curriculares nas quais o estudante monitor se encontrar matriculado ou com o de outras atividades necessárias a sua formação acadêmica.
O Programa possibilita a participação de estudantes na iniciação à prática docente, contribuindo para o desenvolvimento de competências próprias da atividade pedagógica.
Para participar do Programa Institucional de Monitoria da UNIFENAS, consulte o Coordenador do seu curso.


Atividades Complementares

As Atividades Complementares complementam a formação dos estudantes de maneira geral e específica. A coordenação de cada curso relaciona, no início de cada semestre, os eventos e atividades que serão oferecidos para que o aluno possa se programar.
O aluno deverá cumprir até o penúltimo período de seu curso de graduação no mínimo 80% (oitenta por cento) das atividades complementares previstas.
É obrigatória a participação do aluno nas atividades previstas em pelo menos dois dos cinco grupos indicados pela UNIFENAS. Em cada grupo serão permitidos, no máximo, os seguintes percentuais da carga horária curricular para as atividades complementares:
Grupo 1 – ENSINO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 2 – PESQUISA - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 3 – EXTENSÃO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 4 – REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL - 20% carga horária de Atividade Complementar
Grupo 5 – OUTRAS ATIVIDADES - 10% da carga horária de Atividades Complementares


Atividades Integradoras

As Atividades Integradoras consistem em inovações pedagógicas cuja finalidade é alterar a concepção dos cursos, tornando-os mais próximos das relações práticas da vida profissional e da realidade social brasileira. Destinam-se, sobretudo, à atualização curricular – com conteúdos programáticos variáveis – pela incorporação de temas novos e de relevância científica, mas que não se desenvolvem em disciplinas autônomas.
Componentes obrigatórios, essas atividades permitem novas situações que facilitarão o desenvolvimento de competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) importantes na formação dos estudantes, repercutindo em sua vida profissional. São elas: análise de problemas da sociedade na busca de soluções individuais e/ou coletivas; tomadas de decisões; vivência de situações de liderança; desenvolvimento de perfil empreendedor e comunicação de relações interpessoais, entre outras.


TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) adotado como um requisito para a formação do estudante é um conjunto de processos de estudo, de pesquisa e reflexão que caracterizará a vida intelectual do estudante. Este estudo objetiva a continuidade garantida da produção de conhecimentos. O aprofundamento da vida científica passará a exigir do estudante uma postura de autoavaliação didática que será, sem dúvida, crítica e rigorosa.
O TCC tem a função de reforçar os conteúdos ministrados aos estudantes no decorrer do Curso de Agronomia, na medida em que estes escolhem temas de pesquisa e desenvolvem reflexões relacionadas com os conhecimentos trabalhados nas disciplinas. São pesquisas orientadas e propiciam o desenvolvimento da produção científica.


Estágios Curriculares Supervisionados

O estágio curricular supervisionado é um componente estratégico na formação do estudante como futuro profissional qualificado. É nele que o estudante sedimenta os conhecimentos e competências adquiridos ao longo do curso. Ele lhe confere maturidade profissional e técnica, possibilita o contato com profissionais da área, a vivência e convivência com pessoas e a oportunidade de conectar o saber ao fazer.
No curso de Agronomia, o estágio curricular supervisionado tem o objetivo de fomentar a relação ensino e serviços, ampliar as relações da universidade com a sociedade colocando o futuro profissional em contato com as diversas realidades sociais.
O estágio supervisionado do curso de Agronomia é oferecido em empresas, instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento tecnológico, de caráter público ou privado e cooperativas.
O Estágio Obrigatório Supervisionado é cumprido pelos estudantes do Curso de Agronomia, regularmente matriculados, a partir do 5º período para o turno integral e 6º período para o turno noturno, totalizando uma carga horária de 360 horas.


Perfil do Egresso

O egresso formado pelo curso de Agronomia da UNIFENAS, em consonância com as suas Diretrizes Curriculares Nacionais (Resolução CNE/CES nº 1 de 02/02/2006), apresenta aptidão para compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilizar racionalmente os recursos disponíveis, além de conservar o equilíbrio do ambiente. Este profissional possui atuação crítica e criativa na identificação de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanista, em atendimento às demandas da sociedade.


Portal do Egresso


Pesquisa

Com a pesquisa consegue-se uma educação rica em oportunidades para se fazer diferente.
A pesquisa incorpora necessariamente a prática ao lado da teoria. Por isso, integrada ao ensino e à extensão, a pesquisa na UNIFENAS é pensada como forma de proporcionar e orientar o desenvolvimento institucional, criando interfaces com as questões sociais.
A prática da pesquisa incentiva o corpo discente e docente a não só observar a realidade, mas também com ela dialogar e sobre ela agir.
Linhas de pesquisa: Produção Vegetal, Desenvolvimento de Sistemas de Produção, Estudo da cadeia produtiva da floricultura em Minas Gerais, Gênese dos solos e evolução das paisagens, Paisagem Urbana, Paisagismo e Floricultura, Recomposição Ambiental, Exigências nutricionais, alimentos e alimentação de ruminantes e não ruminantes, Manejo de dejetos e gestão ambiental, Manejo e Conservação de Forragem, Patologia e farmacologia animal, reprodução animal, Contaminação ambiental.


Página de Pesquisa e Pós-graduação Unifenas
Tutorial de utilização do portal da CAPES
Tutorial de utilização de bibliotecas virtuais em Saúde (Parte I)
Tutorial de utilização de bibliotecas virtuais em Saúde (Parte II)

Extensão

As ações de extensão do curso de Agronomia são significativas e acontecem durante todo o ano por meio de projetos, cursos, eventos e prestação de serviços, muitas vezes com parcerias importantes. A criação de projetos de extensão e eventos inicia-se em sala de aula, pelos próprios estudantes, que, orientados por seus professores, estruturam e executam as ações.
Estas ações apresentam características variadas, sendo sempre muito bem fundamentadas para que percebam sua importância e verifiquem um aprendizado mútuo entre a comunidade e o acadêmico.

As atividades de extensão desenvolvidas no curso são:
a) Projetos

- UNIFENAS Rural
- Hortas Terapêuticas, Asilares e Comunitárias
- Hortas Recreativas
- Produção de mudas de essências nativas para arborização, recuperação de áreas degradadas e matas ciliares na região de Alfenas
- Os Micro-organismos e a qualidade do café

b) Eventos

- SULMILHO
- Jornada Agronômica
- Feira de Inovação Tecnológica na Agricultura
- Semana do Meio Ambiente
- Simpósio de Cafeicultura Sustentável
- Feira de Máquinas e Mecanização
- Simpósio de Olericultura
- Simpósio de Entomologia Agrícola
- Simpósio de Ciência Animal
- Encontro da Mulher do Campo

c) Núcleos de Estudos

- Núcleo de Estudos em Olericultura (NEOL)
- Núcleo de Estudos em Cana de Açúcar (NECA)
- Núcleo de Estudos em Pastagens e Ruminantes (NEPAR)
- Núcleo de Estudos em Cafeicultura (NECAFÉ)
- Núcleo de Estudos em Microbiologia Agrícola (NEMA)
- Núcleo de Estudos em Aquicultura (NEAQUI)
- Núcleo de Estudos em Suínos e Aves (NESSA)
- Núcleo de Estudos em Manejo Integrado (NEMI)

d) Serviços

- Atendimento aos produtores rurais, por meio do Projeto UNIFENAS RURAL, em pequenas, médias e grandes propriedades agrícolas, com a participação de alunos e professores, na análise, planejamento e execução de projetos agrícolas sustentáveis.
- Orientação para plantio de mudas de espécies florestais nativas para a implantação e manutenção de matas ciliares e recuperação de áreas degradadas.
- Cursos anuais ou semestrais da área agrícola para estudantes e produtores rurais, ministrado por Agrônomos, com auxílio de acadêmicos monitores.


Página da Extensão Universitária


Laboratórios

Curso de Agronomia da UNIFENAS possui infraestrutura de qualidade, com equipamentos e instalações adequadas às práticas além de contar com laboratórios nas seguintes áreas:

- Laboratório de Microbiologia e Imunologia
- Laboratório de Botânica
- Laboratório de Química (ETA)
- Laboratório de Hidráulica
- Laboratório de Desenho
- Laboratório de Análises de Alimentos
- Laboratório de Fertilidade e Física de Solos
- Laboratório de Máquinas e Mecanização Agrícolas
- Laboratório de Interpretação de imagens, fotogrametria e topografia
- Laboratório de Sementes
- Laboratório de Germinação
- Laboratório de Fitopatologia
- Laboratório de Microbiologia Agrícola
- Laboratório de Entomologia
- Fazenda Escola
- Viveiro Florestal
- Campo Agrostológico
- Plataforma de Coleta de dados Meteorológicos
- Setor Experimental de Olericultura
- Ranário
- Psicultura
- Reprodução de Peixes
- Criação de Aves


Laboratórios de Informática

Os laboratórios de informática estão disponíveis aos estudantes como ferramenta de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão. São equipados com computadores cujas configurações atendem plenamente às necessidades dos cursos. Softwares e aplicativos específicos simulam situações que o estudante vivenciará no exercício de sua profissão. Os laboratórios são conectados à Internet à qual garante livre acesso aos seus usuários.


Próximos Eventos

Notícias

Previous Next
Previous Next
Previous Next

Vídeos