Odontologia Câmpus Alfenas




Sobre o Curso

  • Duração do curso: 8 semestres
  • Período: Integral
  • Câmpus: Alfenas
  • Criação: Decreto Federal nº 95.655 de 21/01/1988, publicado no DOU de 22/01/1988 pág. 1363
    Parecer CEE 1587/1987
  • Reconhecimento: Portaria do Ministério da Educação número 987, de 29 de junho 1992, publicada no Diário Oficial da União de 30 de junho de 1992.
  • Renovação de Reconhecimento: Portaria Nº 99 de 09 de fevereiro de 2018.

AVALIAÇÃO DO CURSO
ENADE
2016
3
CPC
2016
4
CC:
MEC
4


CONTATO
Curso de Odontologia - Câmpus Alfenas
E-mail: odontologia.alfenas@unifenas.br
Telefone: (35) 3299-3192
Endereço: Rodovia MG 179, Km 0, Trevo
Bloco 05
CEP 37132-440

COORDENAÇÃO
Sintonia com a realidade brasileira

O curso de Odontologia da UNIFENAS busca formar um profissional-cidadão competente, capacitando-o para que, apoiado nas práticas de promoção da saúde, sintonize-se com a realidade brasileira. Os futuros cirurgiões-dentistas não se restringirão aos aspectos das etiologias, mas, além da formação técnico-científica, terão um perfil ético e humanístico, capaz de leva-lo a contribuir efetivamente com o desenvolvimento do País.


Práticas realmente diversificadas

As atividades práticas são desenvolvidas nas várias clínicas odontológicas da Universidade: Clínica Integrada, Clínica de Cirurgia, Clínica Radiológica, Clínica Odontopediátrica, Clínica de Ortodontia, Centro Pró Sorriso e Serviço Bucomaxilofacial do Hospital Universitário Alzira Velano. Desde o primeiro período, os alunos envolvem-se com projetos de promoção de saúde bucal, realizando trabalhos preventivos, educativos e curativos em escolas públicas, creches, asilos.


Histórico

O Curso de Odontologia teve início em fevereiro de 1988, sendo reconhecido pela Portaria do Ministério da Educação número 987, de 29 de junho de 1992, publicada no Diário Oficial da União de 30 de junho de 1992.

Em agosto de 1992, o Curso de Odontologia criou o Centro Pró-Sorriso, especializado no tratamento de pacientes portadores de fissuras lábio-palatais e deformidades crânio-facial e iniciaram-se as atividades dos Cursos de Especialização em Endodontia, Dentística, Prótese, Odontopediatria, Periodontia, Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo Facial.



Projeto Pedagógico

O Curso de Odontologia da UNIFENAS, além de investir na excelência clínica, tem como compromisso a qualidade de vida e saúde da população, bem como a consciência de seu papel social, fortalecendo os modelos de ensino-pesquisa-extensão cujos estudantes desenvolvem atividades na comunidade e nos serviços de saúde.

O Curso de Odontologia da UNIFENAS, por meio da prática de ensino interdisciplinar, propicia ao aluno uma aprendizagem significativa que o habilite ao uso de conceitos e princípios com crescente poder para pensar, agir e ser, buscando oferecer ao paciente uma assistência integral em que prevaleça a excelência do cuidado, fazendo com que o cirurgião-dentista seja capacitado para atuar em escolas, hospitais, postos de saúde ou no setor privado, em clínicas particulares, centros assistenciais e empresas.


Monitoria

O Programa Institucional de Monitoria compreende um conjunto de atividades acadêmicas exercidas por aluno de graduação e que tem por finalidade contribuir para sua formação integrada. O monitor exerce suas atribuições sob a orientação do professor responsável pela disciplina ou unidade curricular. O exercício da Monitoria é voluntário e pode ser remunerado. A monitoria deverá ser exercida em horário que não coincida com o das disciplinas ou unidades curriculares nas quais o aluno monitor se encontrar matriculado ou com o de outras atividades necessárias a sua formação acadêmica. O Programa possibilita a participação de alunos na iniciação à prática docente, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades e competências próprias da atividade pedagógica. Para participar do Programa Institucional de Monitoria da UNIFENAS, consulte o Coordenador do seu curso.


Atividades Complementares

As Atividades Complementares complementam a formação dos estudantes de maneira geral e específica. A coordenação de cada curso relaciona, no início de cada semestre, os eventos e atividades que serão oferecidos para que o aluno possa se programar.
O aluno deverá cumprir até o penúltimo período de seu curso de graduação no mínimo 80% (oitenta por cento) das atividades complementares previstas.
É obrigatória a participação do aluno nas atividades previstas em pelo menos dois dos cinco grupos indicados pela UNIFENAS. Em cada grupo serão permitidos, no máximo, os seguintes percentuais da carga horária curricular para as atividades complementares:
Grupo 1 – ENSINO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 2 – PESQUISA - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 3 – EXTENSÃO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 4 – REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL - 20% carga horária de Atividade Complementar
Grupo 5 – OUTRAS ATIVIDADES - 10% da carga horária de Atividades Complementares


Atividades Integradoras

As Atividades Integradoras consistem em inovações pedagógicas cuja finalidade é alterar a concepção dos cursos, tornando-os mais próximos das relações práticas da vida profissional e da realidade social brasileira. Destinam-se, sobretudo, à atualização curricular – com conteúdos programáticos variáveis – pela incorporação de temas novos e de relevância científica, mas que não se desenvolvem em disciplinas autônomas.
Componentes obrigatórios, essas atividades permitem novas situações que facilitarão o desenvolvimento de competências e habilidades importantes na formação do discente, repercutindo em sua vida profissional. São elas: análise de problemas da sociedade na busca de soluções individuais e/ou coletivas; tomadas de decisões; vivência de situações de liderança; desenvolvimento de perfil empreendedor e comunicação de relações interpessoais, entre outras.
Os alunos desenvolvem conteúdos ao longo do curso integrando-os aos conteúdos das diferentes especialidades da profissão, por meio de visitas técnicas (Centro-Pró-Sorriso, ambulatórios, etc) e levantamentos bibliográficos.


Estágios Curriculares Supervisionados

Os estágios curriculares supervisionado são oferecidos ao longo do curso, a partir do 3º período, e tem um papel estratégico na formação do aluno como profissional qualificado. É uma etapa importante na formação do estudante por lhe trazer maturidade profissional e técnica, contato com profissionais da área, vivência e convivência com pessoas e a oportunidade de conectar o saber ao fazer.

Os estágios supervisionados são realizados nas clínicas odontológicas e ambulatórios, bem como hospitais, laboratórios, clínicas, prefeituras, e outras entidades públicas e privadas conveniadas.


TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

O Trabalho de Conclusão de Curso (um conjunto de estudo, de pesquisa e de reflexão) visa a reforçar os conteúdos ministrados ao discente, dando a este a oportunidade de desenvolver procedimentos metodológicos e de pesquisa que lhe propiciem sistematizar, na prática, as noções teóricas adquiridas. Portanto, consiste em realizar uma pesquisa orientada e favorável ao desenvolvimento da produção científica.


Perfil do Egresso

O perfil do formando egresso Cirurgião-Dentista, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais (Resolução CNE/CES 3, de 19 de fevereiro de 2002) é de um profissional generalista, humanista, com visão crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor técnico e científico. Capacitado ao exercício de atividades referentes à saúde bucal da população, pautado nos princípios éticos, legais e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, tem a sua atuação voltada para a transformação da realidade em benefício da sociedade.


Portal do Egresso


Pesquisa

Com a pesquisa consegue-se uma educação rica em oportunidades para se fazer diferente. A pesquisa incorpora necessariamente a prática ao lado da teoria. Por isso, integrada ao ensino e à extensão, a pesquisa na UNIFENAS é pensada como forma de proporcionar e orientar o desenvolvimento institucional, criando interfaces com as questões sociais.


A prática da pesquisa incentiva o corpo discente e docente a não só observar a realidade, mas também com ela dialogar e sobre ela agir.


A UNIFENAS promove anualmente o SEMIC – Seminário de Iniciação Científica, onde são apresentados trabalhos vinculados às linhas de pesquisas, desenvolvidos por alunos.


Página de Pesquisa e Pós-graduação Unifenas
Tutorial de utilização do portal da CAPES
Tutorial de utilização de bibliotecas virtuais em Saúde (Parte I)
Tutorial de utilização de bibliotecas virtuais em Saúde (Parte II)

Extensão

O Curso de Odontologia direciona suas atividades proporcionando assistência, através de seus serviços, à comunidade local, refletindo claramente dessa forma, sua abrangência e inserção no contexto social. Considerando o desejo permanente da iniciação ao exercício profissional por parte do corpo discente, o Curso de Odontologia, planeja, e executa atividades de extensão com a participação de alunos do curso. São eles:
Congresso Odontológico – são realizadas atividades científicas, clínicas e pedagógicas por meio de palestras, cursos, workshops com professores de outras instituições, mostra cultural e feira comercial com novos produtos utilizados em odontologia.


São atividades de extensão do curso de Odontologia:

Congressos Odontológicos

Centro Pró-sorriso

Credenciado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), permite atendimento a pacientes fissurados (lábio leporino e palato fendido) de deformidades crânio-facial. É o único em funcionamento em Minas Gerais e o sexto do País. A recomposição da parte física é apenas uma das etapas nesse processo de recuperação. Para sua integração social o paciente recebe acompanhamento fonoaudiológico, psicológico e de diversas especialidades da Odontologia.

PROECO

Programa de Educação Continuada da Odontologia – possibilita o enriquecimento técnico e científico dos alunos, professores por meio de cursos, palestras, workshops, fóruns e de casos clínicos, previamente selecionados e demonstrados ao vivo, que permitem a interdisciplinaridade, unindo a teoria com a prática, de forma ética, humana e científica.


Fórum Clínico e Científico da Odontologia

Caracteriza-se pelo grande incentivo e apoio aos alunos futuros pesquisadores e professores. É uma oportunidade para o aluno desenvolver e expor trabalhos de iniciação científica, levantamentos bibliográficos e procedimentos clínicos orientados por um ou mais professores. Dessa forma, os alunos produzem um trabalho científico e o expõe para uma comissão avaliadora e para uma platéia, sendo feitas observações sobre o trabalho e a apresentação.


NUCLEODONTO

É um projeto de extensão acadêmica, idealizado e organizado pelos acadêmicos de Odontologia da UNIFENAS, com ação direta à comunidade universitária da área de saúde e a população em geral, tendo como coordenador e orientador dos planejamentos e das atividades um docente da UNIFENAS.


Bocão

Nucleodonto de Prevenção e Diagnóstico de Câncer de Boca – é um projeto idealizado para instruir os acadêmicos e profissionais da área de saúde sobre o câncer de boca, sua prevenção, diagnóstico e prestar informações visando à conscientização da comunidade. Suas ações estão direcionadas a reuniões educativas (cursos e palestras), orientações à comunidade sobre os fatores de risco, prevenção e tratamento por meio de exames da cavidade bucal para detecção de lesões suspeitas e encaminhamento aos centros de oncologia para tratamento.


NUEO - Nucleodonto de Urgência e Emergência Odontológica

Tem por objetivo aprofundar os conhecimentos teórico-prático dos procedimentos urgenciais e emergenciais, suas prevenções e manobras necessárias no socorro à vítima; identificar o perfil epidemiológico das urgências e emergências odontológicas e promover cursos que visam aprimorar os procedimentos de suporte básico de vida.


Banco de Dentes Humanos

Banco de Dentes Humanos do Curso de Odontologia é um órgão centralizador e fiscalizador da Universidade para arrecadação, desinfecção, manipulação, seleção, preservação, estocagem, cessão, empréstimo e administração dos dentes humanos doados, sendo que todos os procedimentos executados são suportados por normas sanitárias e por pesquisas científicas.

Tem como filosofia à valorização do dente como órgão e visa cumprir a lei nº 9.434 de 04 de fevereiro de 1997 que "dispõe sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante, tratamento e de outras procedências".


Feiras e ações de saúde

Feiras e ações de saúde do curso de Odontologia são organizadas pelos alunos do curso, sob orientação e supervisão dos professores, com ações voltadas para a saúde da comunidade. Têm como objetivo a promoção da saúde por meio de informações sobre diversos temas, visando o conhecimento e conscientização de hábitos saudáveis à comunidade. Trazem uma integração benéfica entre os acadêmicos e a comunidade, gerando satisfação para ambos.


Página da Extensão Universitária


Laboratórios

O Curso de Odontologia da Unifenas tem, na sua estrutura física, laboratórios básicos e especializados pré-clínico e multidisciplinar para o aprendizado profissional, Clínicas Odontológicas modernas e bem equipadas. Sua infraestrutura atende ao curso de Odontologia nos requisitos de dimensão, mobiliário, iluminação, limpeza, acústica, ventilação, conservação e comodidade necessários às atividades desenvolvidas.


Laboratórios:

Clínicas Odontológicas I e II
Clínica Cirúrgica
Clínica Odontopediátrica
Laboratório de Radiologia
Laboratórios Multidisciplinares I e II


Laboratórios de Informática:

Os laboratórios de informática estão disponíveis aos alunos como ferramenta de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão. São equipados com computadores cujas configurações atendem plenamente às necessidades dos cursos.
Softwares e aplicativos específicos simulam situações que o aluno vivenciará no exercício de sua profissão.
Os laboratórios são conectados à Internet à qual garante livre acesso aos seus usuários.



Próximos Eventos

Notícias

Previous Next
Previous Next
Previous Next

Vídeos