Gastronomia Câmpus Alfenas




Sobre o Curso

  • Duração do curso: 6 semestres
  • Período: Noturno
  • Câmpus: Alfenas
  • Criação: Portaria Feta/Reitoria
CONTATO
Curso de Gastronomia - Câmpus Alfenas
E-mail: gastronomia.alfenas@unifenas.br
Endereço: Universidade José do Rosário Vellano
Curso de Gastronomia
Rodovia MG 179, Km 0, Trevo
Alfenas-MG
CEP 37132-440

Formação de profissionais capacitados

É meta do curso de Gastronomia da UNIFENAS a formação de profissionais aptos a trabalhar frente aos interesses e necessidades da sociedade no âmbito da alimentação.
O domínio de diferentes conhecimentos culturais relacionados à gastronomia mundial e regional, paralelamente à ênfase artística, permitirá uma atuação diferenciada e inovadora.


Desenvolvimento de competências diversas

Um chef gastronômico precisa de diversas competências para que sua atuação profissional seja completa.
Lidar com pessoas, liderar equipes, administrar imprevistos, gerenciar o tempo, empreender, são exemplos de competências essenciais que serão desenvolvidas durante a formação em gastronomia na UNIFENAS.


Projeto Pedagógico

O Projeto Pedagógico do Curso de Gastronomia da UNIFENAS conduz a formação de um profissional generalista, humanista, crítico e aborda as ações que aperfeiçoam o ensino da gastronomia para a desenvolvimento de profissionais compromissados com o segmento da alimentação.
Os conhecimentos essenciais à formação do chef gastronômico são desenvolvidos durante o curso em atividades diversas como: aulas teóricas e práticas, atividades complementares e integradoras, estágios, programas de extensão e de iniciação científica e atividades que simulam o ambiente profissional, com o objetivo de atender as competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) inerentes à profissão e também as exigências do mercado de trabalho.
Portanto, a UNIFENAS pretende não só preparar seu acadêmico para o mercado de trabalho, mas despertar-lhe uma percepção crítica dos problemas da sociedade, superando a simples transmissão repetitiva de conhecimento e buscando a criação de novas expressões do saber, a partir da realidade e expectativa da sociedade na qual está inserida.


Monitoria

O Programa Institucional de Monitoria compreende um conjunto de atividades acadêmicas exercidas por aluno de graduação e que tem por finalidade contribuir para sua formação integrada. O monitor exerce suas atribuições sob a orientação do professor responsável pela disciplina ou unidade curricular. O exercício da Monitoria é voluntário e pode ser remunerado. A monitoria deverá ser exercida em horário que não coincida com o das disciplinas ou unidades curriculares nas quais o aluno monitor se encontrar matriculado ou com o de outras atividades necessárias à sua formação acadêmica. O Programa possibilita a participação de alunos na iniciação à prática docente, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades e competências próprias da atividade pedagógica. Para participar do Programa Institucional de Monitoria da UNIFENAS, consulte o Coordenador do seu curso.


Atividades Complementares

As Atividades Complementares complementam a formação dos estudantes de maneira geral e específica. A coordenação de cada curso relaciona, no início de cada semestre, os eventos e atividades que serão oferecidos para que o aluno possa se programar.
O aluno deverá cumprir até o penúltimo período de seu curso de graduação no mínimo 80% (oitenta por cento) das atividades complementares previstas.
É obrigatória a participação do aluno nas atividades previstas em pelo menos dois dos cinco grupos indicados pela UNIFENAS. Em cada grupo serão permitidos, no máximo, os seguintes percentuais da carga horária curricular para as atividades complementares:
Grupo 1 – ENSINO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 2 – PESQUISA - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 3 – EXTENSÃO - 60% da carga horária de Atividades Complementares
Grupo 4 – REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL - 20% carga horária de Atividade Complementar
Grupo 5 – OUTRAS ATIVIDADES - 10% da carga horária de Atividades Complementares


Atividades Integradoras

As Atividades Integradoras, consistem em inovações pedagógicas cuja finalidade é alterar a concepção dos cursos, tornando-os mais próximos da relações práticas da vida profissional e da realidade social brasileira. Destinam-se, sobretudo, à atualização curricular – com conteúdos programáticos variáveis – pela incorporação de temas novos e de relevância científica, mas que não se desenvolvem em disciplinas autônomas.
Componentes obrigatórios, essas atividades permitem novas situações que facilitarão o desenvolvimento de competências e habilidades importantes na formação do discente, repercutindo em sua vida profissional. São elas: análise de problemas da sociedade na busca de soluções individuais e/ou coletivas; tomadas de decisões; vivência de situações de liderança; desenvolvimento de perfil empreendedor e comunicação de relações interpessoais, entre outras.


Estágios Curriculares Supervisionados

O estágio curricular supervisionado é um componente estratégico na formação do estudante como futuro profissional qualificado. É nele que o estudante sedimenta os conhecimentos e competências adquiridos ao longo do curso. Ele lhe confere maturidade profissional e técnica, possibilita o contato com profissionais da área, a vivência e convivência com pessoas e a oportunidade de conectar o saber ao fazer.


Perfil do Egresso

O egresso do Curso de Gastronomia, modalidade bacharelado, estará preparado para diagnosticar, planejar e intervir frente aos interesses e necessidades da sociedade no que se refere à saúde e a alimentação.
O bacharel em Gastronomia domina as técnicas de segurança alimentar e de planejamento e produção de cardápios de restaurantes de cozinha internacional e nacional, hotéis, redes de lanchonetes, bufês, empresas de serviços alimentícios, companhias aéreas e até hospitais. Executa a preparação de pratos mais simples até os de alta gastronomia, incluindo confeitaria e cozinha industrial. É de sua responsabilidade a supervisão do funcionamento da cozinha e sua administração, incluindo o treinamento de pessoal, tabela de preços, negociação com fornecedores, contato com os clientes e desenvolvimento de estratégias de marketing com o objetivo de aumentar a rentabilidade do setor. Pode atuar como consultor, prestando assessoria para a abertura de um restaurante ou na mudança de cardápio de um estabelecimento que já está em funcionamento.


Portal do Egresso


Pesquisa

Com a pesquisa consegue-se uma educação rica em oportunidades para se fazer diferente. A pesquisa incorpora necessariamente a prática ao lado da teoria. Por isso, integrada ao ensino e à extensão, a pesquisa na UNIFENAS é pensada como forma de proporcionar e orientar o desenvolvimento institucional, criando interfaces com as questões sociais.
A prática da pesquisa incentiva o corpo discente e docente a não só observar a realidade, mas também com ela dialogar e sobre ela agir.


Página de Pesquisa e Pós-graduação Unifenas
Tutorial de utilização do portal da CAPES

Extensão

As ações de extensão do curso de Estética e Cosmética acontecem durante todo o ano por meio de projetos, cursos, eventos e prestação de serviços, muitas vezes com parcerias importantes.
A criação de projetos de extensão e eventos inicia-se em sala de aula, pelos próprios estudantes, que, orientados por seus professores, estruturam e executam as ações. Estas ações apresentam características variadas, sendo sempre muito bem fundamentadas para que percebam sua importância e verifiquem um aprendizado mútuo entre a comunidade e o acadêmico.


Página da Extensão Universitária


Laboratórios

O curso conta com laboratórios básicos e especializados que se destinam à realização das atividades práticas necessárias ao desenvolvimento de competências e habilidades essenciais à formação do profissional.


Laboratórios de Informática

Os laboratórios de informática estão disponíveis aos estudantes como ferramenta de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão. São equipados com computadores cujas configurações atendem plenamente às necessidades dos cursos. Softwares e aplicativos específicos simulam situações que o estudante vivenciará no exercício de sua profissão. Os laboratórios são conectados à Internet à qual garante livre acesso aos seus usuários.


Próximos Eventos

Notícias

Previous Next
Previous Next
Previous Next

Vídeos