Notícias

7 de outubro de 2020

Congresso Multidisciplinar completa 15 anos de realização


Everton Marques
Ampliar foto
Aos congressistas, o prof. Mário Sérgio Oliveira Swerts disse: “Se é para estudar, estude! Se é para fazer algo diferente, faça! Dedique-se ao que você quer fazer. Ninguém pode fazer pela nossa vida o que nós devemos fazer”

A “Tecnologia Social” foi o foco da edição de 2020 do 15º Comuni (Congresso Multidisciplinar da UNIFENAS), em Divinópolis. Sob a organização do Nupex (Núcleo de Pesquisa e Extensão), a palestra de abertura, “Sucesso? Desperte a sua autonomia”, contou com a participação do professor Mário Sérgio Oliveira Swerts, pró-reitor acadêmico da Universidade. Embora on-line, como afirmou a professora Ana Maria de Abreu, supervisora do câmpus, o evento ocorreu com a mesma qualidade dos anos anteriores.

A palavra gratidão foi eleita pela supervisora para definir o momento. Pois mesmo em meio à pandemia, o Nupex se dedicou na realização do Comuni. “Nas pessoas de Camila Monteiro (Biomedicina), Paulo Júnior (Direito), Paulo Eduardo (Educação Física), Laís Santos (Odontologia) e Viviane Augusto (Fisioterapia), uma equipe que trabalha em sintonia, deixo o meu muito obrigado ao Núcleo pelo trabalho com maestria”, disse a gestora.

Em seus 15 anos de realização, o Congresso promove a integração dos cursos do câmpus de Divinópolis. De acordo com o professor Rogério Ramos do Prado, diretor de extensão e assuntos comunitários, o Comuni tem o papel de integrar competências, habilidades, atitudes, promover profissionais e garantir aprendizagem. “Estes motivos, por si só, fazem valer a pena estarmos aqui mais uma vez”, opinou o professor.



Palestra magna de abertura



Rogério Prado parabenizou a comissão organizadora pela escolha do palestrante da abertura. Justificou que o pró-reitor, além de gestor acadêmico, é professor, pesquisador e um profissional atento às questões acadêmicas de uma universidade. A sintonia com a tecnologia, a inovação e o estudo das relações humanas também foram apontadas como características do palestrante.

Mário Sérgio foi convidado para a palestra magna, pois mesmo antes da pandemia do Covid-19, suas palavras direcionadas aos docentes sempre foram e são de otimismo e estímulo. O Nupex pensou então em estender esta experiência aos acadêmicos. Por aproximadamente 45 minutos o pró-reitor provocou inquietações nos participantes. Disse que é preciso mudar atitudes se queremos alcançar resultados diferentes. Afirmou que o sucesso pessoal e o sucesso profissional estão relacionados à autonomia, ou seja, a sua competência para gerir a própria vida. “Quanto mais autonomia o individuo tem, mais sucesso faz.”

Ao se apresentar falou do orgulho de ser egresso do curso de Odontologia da UNIFENAS. Foi a partir desta graduação que chegou ao pós-doutorado e a outras conquistas pessoais, como o fato de estar pró-reitor acadêmico da instituição desde 2014. Atribui à curiosidade, aos porquês do dia a dia e o ao aprofundamento nas questões apresentadas como um caminho que pode levar à formação de profissionais diferenciados. Para ele, “sem fé e positividade não se chega a lugar nenhum”.

A leitura minuciosa de obras científicas o permitiu identificar que a característica detalhista dos cientistas evidencia que sucesso não é por acaso. Pontos fortes e fracos devem nos interessar, assim como fazer aquilo que nos faz sentido. “Todos os dias, ao acordar e olhar no espelho, me questiono: Estou fazendo o que me faz sentido? Responda essa pergunta diariamente. Se a resposta for sim, você está no caminho certo.”