Notícias

31 de agosto de 2021

Esteticistas e cosmetólogos nas unidades básicas de saúde

Possibilidade de ampliar atuação profissional é apresentada por projeto agraciado no Prêmio Educador +


Everton Marques
Ampliar foto
Doutora Laíla destaca que é uma alegria contribuir para a visibilidade do curso e da profissão

“Analisar a importância do papel do esteticista e cosmetólogo nas unidades públicas de saúde municipais” é o título do projeto premiado com o 3º lugar no Prêmio Educador +, promovido pela Liga Educacional. A iniciativa, que teve à sua frente a doutora Laíla Pereira, professora da UNIFENAS (Universidade José do Rosário Vellano), apontou que esteticistas e cosmetólogos podem contribuir com terapias integrativas e complementares do SUS, o que amplia o mercado de trabalho para estes profissionais.

O projeto foi desenvolvido nos municípios de Alfenas e Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais. Segundo a doutora em Biociências Aplicadas à Saúde e especialista em Biomedicina Estética, o foco foi conhecer melhor as terapias integrativas e complementares inseridas no SUS desde 2006, analisar o cenário dos atendimentos e investigar as doenças acompanhadas nos ambulatórios e que podem ter a contribuição dos esteticistas e cosmetólogos.

O resultado que se chegou é que esses profissionais podem ajudar a ampliar a atenção e promoção à saúde. Principalmente neste momento de enfrentamento da pandemia do Covid-19, pois, como ressalta a doutora, a busca pelo bem-estar físico e mental, assim como as práticas que estimulam o autocuidado aumentam dia a dia.

Os dados obtidos com o projeto serão apresentados aos municípios e ao sindicato profissional. A professora Laíla afirma "que muitas práticas não são oferecidas por falta de conhecimento, devido à cultura e os hábitos da medicina convencional, que sobressai por muitas vezes; a busca dos benefícios oferecidos pelas terapias complementares; e pela falta de profissionais aptos para atenderem essas terapias, obviamente, devido às outras diversas funções e atividades com as quais estão ocupados e destinados a fazer".

O Prêmio Educador + é uma iniciativa que contempla projetos criativos, inovadores, com conteúdo e qualidade. A conquista do 3º lugar foi comemorada pelas coordenadoras dos cursos de Estética e Cosmética da UNIFENAS, câmpus de Alfenas e Poços de Caldas, que contribuíram para o planejamento do projeto desenvolvido na disciplina de Práticas Integrativas e Complementares do SUS, com as turmas ingressantes. "Tivemos muito cuidado e muito carinho na construção de cada detalhe do projeto. Adaptamos e usamos todos os recursos que estavam disponíveis, para atender às necessidades dos alunos", disse a doutora.



Por uma educação de qualidade e inovadora



Como divulgado pela própria Liga Educacional, o prêmio tem por "objetivo estimular uma cultura de qualidade e inovação dentro do ecossistema educacional, além de estimular o desenvolvimento de práticas empreendedoras que atendam às necessidades do mercado atual a partir dos projetos desenvolvidos com o ecossistema da Liga". Esse ecossistema, do qual a UNIFENAS faz parte, por prezar pela qualidade da educação e inovação, envolve instituições de ensino de forma interativa e colaborativa.

Como ressalta a professora Laíla, com o suporte da Liga Educacional "o aluno desenvolve competências e habilidades por meio da Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP), inserindo-o em situações reais da profissão que escolheu, com foco no mercado de trabalho e o que o espera após a conclusão do curso. Desta forma, o desenvolvimento dos projetos ao longo do semestre proporciona uma experiência única de aprendizagem ao discente, materializada em ações que contribuirão para sua futura profissão".