Notícias

25 de novembro de 2021

Web Summit 2021: conexão direta com Portugal

Super live compartilha experiências do evento mundial de tecnologia


Everton Marques
Ampliar foto
Programa UNIFENAS Conexão Internacional foi responsável por organizar a live

A cidade de Lisboa, em Portugal, sediou em novembro um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, o Web Summit. Para compartilhar as experiências de representantes de startups ligadas à área de saúde e profissionais que estiveram no evento, o programa UNIFENAS Conexão Internacional promoveu a Super Live Web Summit 2021. Na live se falou de tecnologia, de inovação e, principalmente, de empreendedorismo. A transmissão ocorreu pelo YouTube, Facebook e Instagram da Universidade, com participantes em Portugal e no Brasil.

Da capital portuguesa, o jornalista Willian Passos, representante da UNIFENAS na Europa, foi quem mediou a Super Live. O evento é uma das possibilidades para apresentar aos alunos da Universidade que não há como separar o conhecimento do empreendedorismo. Algo que ficou muito evidente na fala dos convidados: o pneumologista Carlos Eurico e a oncologista Alessandra Morelle, ambos da startup Thummi, uma plataforma voltada para monitoramento remoto de pacientes com câncer; e Marco Dias, CEO da startup Anexth, que por meio de APP facilita a vida de pacientes, médicos e farmácias com teleconsulta e entrega de medicamentos.

Willian Passos, o médico Carlos Eurico e Marco Dias estiveram no Web Summit. Eles concordam que conhecer as soluções tecnológicas evita que profissionais sejam "engolidos" por elas, uma vez que são diferenciadas e imprevisíveis. Como enfatizou o pneumologista, "o sucesso do passado não é garantia de sucesso no futuro". Já Marco Dias ressaltou que o metaverso (mundo virtual) revolucionará áreas como a medicina. Pessoas terão maior acesso às especialidades médicas e cirurgias a distância; ainda que a tecnologia não substitua o contato humano.

Segundo disseram, no Web Summit o olhar para a diversidade, no sentido de que pessoas diferentes acrescentam maior ganho às empresas, chamou a atenção. Também se evidenciou a forte presença de mulheres empreendedoras, como a médica Alessandra Morelle. Ela não esteve presente ao evento em Portugal, porém, na live, contribuiu com sua experiência empreendedora. A médica participou de um programa de aceleração de startups no Vale do Silício, nos Estados Unidos da América (EUA). De 142 startups inscritas no programa, seis foram selecionadas e entre elas a Thummi, que, inclusive, foi premiada.

As perguntas na live foram realizadas pela professora Laura Helena Orfão, diretora de pesquisa e pós-graduação, e pelo professor Mário Sérgio Oliveira Swerts, pró-reitor acadêmico. Ao professor coube o agradecimento a todas as pessoas que prestigiaram a Super Live Web Summit 2021 e finalizou com o "faz sentido participar do UNIFENAS Conexão Internacional".



(Saiba mais: YouTube)